fbpx

Saiba mais sobre como a depilação a laser ajuda no tratamento deste problema

Já se deparou com pontos avermelhados e inchados na pele que se pareciam com espinhas, mas você sabia que não eram? Normalmente eles apareciam após a depilação com lâminas? Confira neste artigo o que é e como tratar de maneira rápida e eficaz!

Esses caroços que aparecem na pele quando ela sofre algumas lesões específicas se chama foliculite. Ela é uma inflamação nos folículos pilosos que pode ser causada por diversos fatores como: bactérias, fungos, vírus ou até mesmo, pelos encravados. Além disso, existem diferentes níveis deste quadro, podendo partir de simples incômodo visual, até dor e coceiras que precisam de tratamentos específicos.

Todos estamos propensos a desenvolver esses quadros de foliculite, mas você sabe o porquê?

Como pode surgir a foliculite?

O surgimento da foliculite pode ter alguns fatores agravantes como:

  • Usar roupas muito justas e apertadas: as roupas que ficam muito coladas ao corpo tendem a gerar um atrito na pele, tornando possível o aparecimento tanto de foliculite, quanto de machucados e cicatrizes. Além do mais,
  • Pele suja: durante o dia estamos expostos às impurezas do ar e é normal que a pele absorva uma certa quantia delas. Quem tem o costume de se embelezar também sofre com os resíduos de maquiagem. Por isso, fazer uma limpeza adequada da pele é indispensável
  • Umidade: peças de roupas com tecidos muito pesados que não permitem que a pele fique arejada e respire, podem gerar umidade e contribuir para este problema.

Como tratar a foliculite?

Quando se trata de casos mais simples, manter a pele limpa com produtos recomendados por dermatologistas e arejada, costuma resolver. Mas em casos crônicos, a depilação a laser para tratar a foliculite é recomendada. É importante sempre se consultar com médicos e especialistas para garantir um diagnóstico correto e portanto, um tratamento eficaz.

A depilação a laser no tratamento da foliculite

Considerando que a depilação a laser se caracteriza por um feixe de luz de alta intensidade que cauteriza os folículos pilosos, pode-se dizer que após as sessões deste método é impossível que a foliculite volte a incomodar.

Como cada pessoa possui um organismo com suas particularidades específicas, para garantir que a depilação a laser funcione da maneira desejada, é preciso fazer uma avaliação com o especialista para decidir como acontecerá o tratamento e quantas sessões serão necessárias. 

Dito isso, é importante saber que a depilação a laser proporciona resultados satisfatórios desde as primeiras sessões. Primeiro, a depilação a laser diminui a quantidade de pelos e depois, o tempo em que eles crescem. Por fim, a depilação a laser se torna definitiva e o problema com foliculite é deixado para trás.

Para saber mais sobre quem pode realizar a depilação a laser, acesse nosso artigo: Para quem é indicada a depilação a laser?.

Acesse o site da Lipodream e conheça todas as regiões para aplicação da depilação a laser como axilas, queixo, panturrilha e virilha. Até a próxima!