fbpx

Como se livrar das cicatrizes? Conheça as opções de tratamento!

Você passou por uma cirurgia recentemente e quer saber como se livrar de cicatrizes? Ou simplesmente tem alguma marca que o acompanha há alguns anos e pretende eliminá-la de uma vez por todas?

Saiba que você não está sozinho! Esse é um objetivo em comum que milhares de pessoas comungam, afinal, uma cicatriz é uma resposta natural do organismo quando o tecido epitelial é lesionado e, na maioria das vezes, não temos controle sobre o seu aparecimento.

Acontece que hoje em dia a dermatologia e a estética dispõem de recursos inovadores e realmente eficientes para a eliminação dessas marcas permanentes.

Para conhecer os principais tratamentos que o ajudarão a se livrar de suas marcas, continue lendo os tópicos abaixo:

Tipos de cicatriz

Antes de identificar qual o melhor tipo de tratamento e qual o mais eficiente para o seu caso, é importante conhecer os tipos de cicatriz, pois é isso que irá direcionar quanto à abordagem mais assertiva, seja em forma de pomadas e cremes; de tratamentos à base de laser ou até mesmo os casos em que apenas cirurgia reparativa pode ser uma solução eficiente.

Quelóides 

Essas marcas são o resultado de um processo de cicatrização excessivamente agressivo, já que o processo se estende além da lesão original. 

Com o tempo, uma cicatriz queloide pode até mesmo dificultar os movimentos. 

Os tratamentos incluem cirurgia para remover a cicatriz, injeções de esteroides ou placas de silicone

Queloides menores podem ser tratados com crioterapia (terapia de congelamento com nitrogênio líquido). 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as chances de formação de quelóide são maiores em peles mais pigmentadas.

Cicatrizes de contratura

As cicatrizes de contratura costumam aparecer quando uma pessoa queima a pele. 

Essas marcas apertam a pele, o que pode prejudicar sua capacidade de se mover. As cicatrizes de contratura também podem ser mais profundas, afetando músculos e nervos.

Cicatrizes hipertróficas

São cicatrizes elevadas e vermelhas, semelhantes a queloides, mas que não ultrapassam os limites da lesão.

Normalmente elas surgem quando a pele é lesionada, seja em cortes domésticos ou no período pós-operatório. 

Os tratamentos incluem injeções de esteróides para reduzir a inflamação ou lâminas de silicone, que achatam a cicatriz.

Cicatrizes de acne (atróficas)

Pessoas que tiveram acne severa, provavelmente têm cicatrizes atróficas (abaixo do nível da pele, como buraquinhos). 

Existem muitos tipos de cicatrizes de acne, desde fossas profundas até cicatrizes angulares ou onduladas. As opções de tratamento dependem das especificidades de cada pele.

Afinal, como se livrar das cicatrizes?

Agora que você conheceu um pouco mais sobre os tipos de cicatrizes, vamos conferir as principais opções de tratamentos para se livrar delas.

Produtos de uso tópico (cremes, pomadas ou géis) 

Esses produtos podem ser usados ​​para tratar cicatrizes causadas por cortes ou outras lesões ou feridas. 

Se você estiver sob os cuidados de um cirurgião plástico e suas cicatrizes forem resultado de uma incisão cirúrgica, o profissional poderá prescrever o melhor tratamento.

De modo geral, os tratamentos podem incluir esteróides ou certos anti-histamínicos orais para cicatrizes que causam coceira e são muito sensíveis. 

Da mesma forma, se você tiver cicatrizes de acne severa, solicite orientações ao seu dermatologista. Seu médico também pode recomendar, além de produtos de uso tópico, medicamentos de uso oral.

Tratamento cirúrgico

Existem muitas opções para tratar cicatrizes mais profundas, dependendo do seu caso específico. Isso inclui enxertos de pele, excisão ou cirurgia a laser. 

No caso de enxerto de pele, o cirurgião usa pele de outra área do corpo (região doadora). Essa é uma abordagem comum em pessoas que sofreram queimaduras, por exemplo. 

Se você tem cicatrizes que prejudicam alguma função, a cirurgia pode ajudar a resolver os problemas funcionais. 

Vale ressaltar que se um paciente passou recentemente por uma cirurgia que resultou em cicatrizes, é melhor esperar pelo menos um ano antes de tomar uma decisão sobre o tratamento, já que muitas vezes elas desaparecem e se tornam menos perceptíveis com o tempo.

Injeções

Outra opção de tratamento para cicatrizes são injeções de esteróides para tratar marcas salientes, como queloides ou cicatrizes hipertróficas. 

O médico poderá utilizar essa solução de modo isolado ou em conjunto com outras abordagens.

Outros tipos de injeções, como colágeno ou outros “preenchimentos”, podem ser úteis para alguns tipos de cicatrizes, embora geralmente não sejam soluções permanentes.

Dermoabrasão

A dermoabrasão é um processo feito com uma ponteira que irá “lixar” a pele, promovendo uma espécie de esfoliação bem agressiva, a fim de alisar a camada superficial de sua pele. 

Dermoabrasão é um procedimento que atua semelhantemente a um peeling químico, e é um tratamento com bons resultados, sendo uma boa opção para suavizar uma cicatriz elevada.

Remoção a laser 

Para cicatrizes cirúrgicas em particular, a remoção a laser é uma opção considerada empiricamente e pela literatura existente bastante eficaz, além de não ser invasiva. 

Para a remoção de cicatriz a laser, os dermatologistas usam luz intensa, o que irá provocar a redução do tamanho, da cor e o formato de uma cicatriz. 

Diferentes tipos de remoção a laser são mais eficazes no tratamento de um tipo de cicatriz em detrimento de outro, então caberá ao profissional avaliar as particularidades da sua cicatriz para determinar a melhor opção.

Peeling químico

O peeling químico consiste na colocação de uma solução química na área da pele onde está a cicatriz. 

Quando a “casca” é removida, uma camada de pele se desprende para dar lugar a uma camada mais lisa de pele. 

Os peelings químicos requerem vários tratamentos e, geralmente, são as melhores opções de tratamento para cicatrizes superficiais!

Mas é importante considerar que cada caso deve ser avaliado individualmente para que o profissional conduza a melhor abordagem, já que cada tratamento tem sua atuação relacionada às características da cicatriz.